Diante do recrudescimento da crise na Venezuela, os países do Mercosul estudam pressionar novamente o governo de Nicolás Maduro, agora com a aplicação da chamada cláusula democrática. Há conversas nesse sentido, mas que estão em compasso de espera diante da dúvida sobre se há concordância do Uruguai, que barrou iniciativas anteriores.

Desde dezembro, a Venezuela está com seus direitos de sócia do Mercosul suspensos, por não incorporar à sua legislação normas adotadas pelo bloco.

(Fonte: O Estado de S.Paulo)

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA